É Preciso Isolar os Músculos? Saiba a Verdade

Isolar os Músculos: treinamento de partes isoladas do corpo contra os treinamentos de força com movimentos complexos. O que você precisa saber sobre o treinamento com peso para conseguir um corpo esbelto e forte de ótima aparência e resistente a lesões.

Não importa sobre qual músculo alguém está perguntando, eles sempre perguntam como “trabalhá-lo isoladamente”. Minha primeira resposta a esta pergunta é sempre “- por que você quer trabalhar isoladamente só esse músculo?”

A primeira coisa que eu tento ensinar aos meus clientes é que o corpo não funciona bem se trabalharmos com músculos isolados. Na verdade, ele funciona muito melhor em movimentos de cadeia cinética; isto é, algumas partes do corpo auxiliam outras partes a realizar um movimento complexo.

Isolar os Músculos

De fato, não tem jeito de trabalhar verdadeiramente um certo músculo isoladamente. Há quase sempre um grupo muscular por perto que vai ajudar de alguma forma com qualquer movimento que você esteja fazendo. No entanto, este artigo compara a tentativa de exercitar isoladamente certas partes do corpo através de exercícios para um único grupo muscular com a estratégia mais eficaz de realizar movimentos complexos multi-articulares.

Quando você tenta treinar os músculos isoladamente realizando exercícios de simples articulação, na verdade você está criando um corpo que não é funcional e será mais propenso a lesões.
Essencialmente, você está criando um corpo que é dividido em partes, ao invés de uma unidade poderosa e funcional que trabalha em conjunto.

Agora, se você realmente quer acabar mancando ou com um corpo com problemas articulares, tendinite, excesso de gordura corporal e tudo mais, continue tentando trabalhar as partes isoladamente. Por outro lado, se você prefere ter um corpo em forma, musculoso, sem lesão e funcional, que funciona como uma unidade completa e poderosa para executar movimentos complexos (no atletismo ou até mesmo nas tarefas diárias), então você precisa mudar seu foco de querer trabalhar só um músculo.

Acredite em mim, se concentrando no todo, você verá seu corpo funcionar bem e terá como resultado um corpo que trabalha muito melhor do que se você se focar para trabalhar isoladamente o músculo que te interessa.

Por exemplo, dê uma olhada nas físicos de qualquer jogador de futebol americano, ou até mesmo nos velocistas de nível mundial, eles não trabalham só um tipo de músculo (seus treinadores de força não seriam loucos o suficiente para deixá-los), mas eles são absolutamente bem definidos! Olhe para caras como Maurice Verde ou Terrell Owens e me diga, quem não gostaria de ter um físico como o desses caras.

Outro motivo para afastar-se da mentalidade de ‘isolamento muscular’ no treinamento de peso para uma mentalidade mais “movimento complexo” é que é muito mais fácil perder gordura corporal dessa forma. A razão é que, concentrando-se mais em movimentos complexos multi-articulares e não em trabalhar um único músculo, você não só queima muito mais calorias durante cada treino, como também aumenta a sua taxa metabólica e estimula a queima de gordura, a construção muscular e a produção de hormônios como o hormônio do crescimento e a testosterona.

Vejamos um exemplo. A extensão da perna é um único exercício que trabalha principalmente os quadríceps e pode causar instabilidade articular no joelho, a longo prazo e além de não queimar muitas calorias. Por outro lado, exercícios como agachamentos, movimento de socos e esquivadas, subidas de degraus e levantamento de objetos são todos movimentos complexos e multiarticulares que trabalham centenas de músculos do corpo (incluindo o quadríceps) como uma unidade funcional, criando assim articulações mais estáveis e fortes a longo prazo (quando feito corretamente), e também queima grandes quantidades de calorias em comparação com os exercícios de um único músculo.

Agora, embora eu pense que os exercícios multiarticulares devem ser a maior parte do seu treinamento de peso, eu também acho que pode haver alguns benefícios se incluirmos alguns exercícios variados para um único grupo muscular. Eu escolhi construir meus programas de treinamento com cerca de 90 a 95% de exercícios multi-articulares e no máximo de 5 a 10% de exercícios monoarticulares.

Se você estiver interessado em descobrir mais maneiras de criar um corpo que funcione bem e com uma ótima aparência, aproveite as ideias e conceitos inovadores que apresento no meu programa A Verdade sobre a Barriga Perfeita.

Fonte e Referências:

Por Mike Geary, Personal Trainer Certificado e Especialista em Nutrição
Autor dos Best Sellers: A Verdade Sobre a Barriga Perfeita & Cozinha Queima Gordura

Deixe um comentário