Suplementação com Glutamina, Como tomar!

Você tem dúvida dos benefícios da suplementação com Glutamina? Leia este texto e entenda o motivo da Glutamina ser famosa entre os atletas e nas academias do Brasil.

A Glutamina é o aminoácido mais abundante do corpo. No corpo humano, a Glutamina é principalmente encontrada no sangue e nos músculos. A fama da Glutamina vem principalmente por essa forte relação com a estrutura muscular.

Para esclarecer melhor essa relação glutamina x músculos, é preciso entender que a Glutamina governa os mecanismos do crescimento das células musculares. Ou seja, o ganho do tecido muscular provocado pela ingestão de glutamina comanda os níveis da síntese de proteína, e proteína é igual a músculos.

O Dr. Michael T. Murray, uma das maiores autoridades em medicina natural do mundo, afirma outra questão importante: “Algumas evidências sugerem que overtraining resulta em baixos níveis de glutamina e que por isso a suplementação pode ajudar um atleta a recuperar-se do excesso de treinamento”.

O médico também explica que muito exercício pode levar a baixar concentração plasmática e que esta situação pode ter efeitos muito negativos sobre o desempenho atlético e o crescimento muscular, a suplementação com glutamina aumenta os níveis do aminoácido no músculo e isso leva a síntese proteica o que resulta em equilíbrio. “Uma clara vantagem da suplementação em atletas também está na prevenção de infecções”, finaliza o especialista.

Para que serve a glutamina:

É o aminoácido mais abundante no corpo e traz os seguintes benefícios para o organismo:

  • Produzir energia no corpo, a partir da utilização de glicose;
  • Fortalecer o sistema imunológico e prevenir infecções, por ser o principal alimento das células do sistema de defesa do corpo;
  • Manter a massa muscular, diminuir a queima de músculos no pós treino e acelerar a recuperação de exercícios intensos;
  • Prevenir diarreias problemas intestinais, por fortalecer as células do intestino.

Algumas funções:

  • manutenção do sistema imune;
  • regula a síntese e degradação das proteínas;
  • remove o excesso de amônia e nitrogênio do corpo;
  • controla os processos de catabolismo e anabolismo;

Como Tomar

A glutamina deve ser tomada em pequenas porções ao longo do dia juntamente com as refeições, sendo a dose total recomendada de 10 a 30 g por dia. Pesquisas mostraram que a dosagem mínima de 5 gramas por dia já pode contribuir, mas consumidores contestam e dizem que 10 gramas pode oferecer um melhor suporte.

Para atletas, cerca de 10 g de por dia já trazem os resultados de hipertrofia e fortalecimento do sistema imunológico, podendo ser tomada na refeição antes do treino com carboidrato, para favorecer a utilização adequada desse aminoácido, ou antes de dormir.

Efeitos colaterais e contraindicações

O consumo de mais de 40 g de por dia pode causar náuseas e dores abdominais, e este suplemento só deve ser usado por diabéticos de acordo com a orientação do médico ou do nutricionista.


Fonte: Mundo Boa Forma, Portal do Monstro, Tua Saude, Treino Mestre 

Deixe um comentário