Overtraining, Cuidado Com o Excesso de Treino

Overtraining, Geralmente quem acaba sofrendo com o overtraining são as pessoas fanáticas por academia e exercícios físicos. O overtraining é um estágio atingido após a prática de treinos intensos, exagerados, sem o acompanhamento profissional e sem o descanso adequado.

Overtraining e o Excesso de Treino

Nosso corpo precisa de repouso após as atividades físicas para se recuperar e para garantir os benefícios, como: hipertrofia muscular, emagrecimento, condicionamento físico e definição corporal.

Caso não haja a devida recuperação muscular e a reposição energética, o organismo começa a ser prejudicado, logo, aparecem vários sintomas negativos à saúde, ao corpo e à mente.

Os sintomas do overtraining são: freqüência cardíaca acelerada, cansaço, maior dificuldade de recuperação após os treinos, insônia, falta de vontade de malhar, irritabilidade, alterações do apetite, dores de cabeça, diminuição dos músculos, tremores no corpo, ansiedade, perda da força, depressão e falta de concentração.

Além do Overtraining, a outro sintoma relacionado com o excesso de treino, a síndrome é conhecida com Vigorexia, veja esse artigo e entenda a Sindrome: portaldomonstro.com/sabe-o-que-e-vigorexia

Possíveis Problemas que o overtraining pode trazer:

  • Perda de condicionamento físico com perda de força e resistência;
  • Perda da qualidade do sono.
  • Elevação significativa da frequência cardíaca em repouso (este é um sinal bem típico);
  • Dor muscular persistente;
  • Sensação de fadiga crônica;Mudança de humor com quadro de depressão e irritabilidade;
  • Queda da resistência imunológica;

A causa não é somente pela prática de exercícios excessivos, mas também pela má alimentação. A alimentação correta é o principal fator para garantir o bom funcionamento do organismo.

Como Tratar

Para evitar o overtraining, periodicamente é importante fazer avaliações físicas, no treinamento ter acompanhamento de um instrutor qualificado em Educação Física, adotar uma dieta saudável e se possível com orientação médica, consumir suplementos alimentares que ajudam a manter os músculos fortes, a repor energia e nutrientes.

Fisiologista 

O tratamento do overtraining é obrigatoriamente a redução drástica do treino ou em casos mais graves a interrupção da atividade física e das competições.Quando o atleta busca bons resultados e melhor qualidade de vida, ele deve ter acompanhamento de um médico, profissional de educação física, nutricionista e também um fisioterapeuta.Sendo diagnosticado em tempo, sem que haja complicações mais sérias, principalmente as provocadas pelos distúrbios hormonais, o quadro felizmente é reversível.

 

Fonte: Eu Atleta, Globo.com / Globo Esporte 

Deixe um comentário