Dieta para hipertrofia, Saiba o essencial !

hipertrofia é um dos objetivos mais procurados nas academias. Claro que para ficar sarado e com baixo percentual de gordura no corpo, algumas coisas devem ser rigorosamente seguidas. Dieta para hipertrofia é muito importante como o descanso, alimentação e exercícios são essenciais para bons resultados. Agora falaremos da importância da alimentação.

A hipertrofia é o aumento da massa devido a uma maior exigência de trabalho. Essa exigência muscular ocorre nos treinos em academias por meio de exercícios anaeróbicos. Uma característica comum nos treinos de hipertrofia é fazer exercícios com maior peso e menor número de repetições o que aumenta a exigência dos músculos.

Dieta para hipertrofia

Homem malhando na academia

Para um bom resultado do treino é preciso que a dieta seja adequada. Assim levar em consideração a reposição dos nutrientes necessários é fundamental.

Iniciantes, principalmente, acham que devem comer pouco ou apenas vegetais para manter o corpo definido. Não caia nessa. Quando você está treinando musculação há um gasto muito grande energia que é preciso ser reposto com a ingestão de calorias por meio de alimentos saudáveis. Lembre-se que para ganhar massa muscular você precisa consumir mais energia do que você gasta durante o dia.

Músculos hipertrofiados

Para ajudar a alimentação, os suplementos alimentares, como Whey Protein, BCAA e Maltodextrina, estão sempre presentes na dieta alimentar daqueles que almejam conseguir um corpo hipertrofiado. Cada um deles têm sua função específica. Os aminoácidos do tipo BCAA, por exemplo, fazem que com a perca de massa muscular seja menor. Já a Maltrodextrina é ingerida para dar energia nos treinos enquanto o Whey Protein é a proteína consumida pós-treino para ajudar na construção e definição dos músculos.

Essas são algumas dicas que podem ajudar. Mas é importante ressaltar que o acompanhamento de um nutricionista é ideal, pois esse profissional vai sugerir uma dieta de acordo com seus objetivos.

  • Alimente-se de três em três horas;
  • Não deixe de ingerir carboidratos antes do exercícios;
  • Logo depois do treino ingira proteínas.
  • Coma gordura saudável como nozes
  • Coma vitaminas e carboidratos
  • Shakes pré treino
  • Suplementos
  • Quantidade de calorias adequadas para cada tipo de exercício

Se você não tem atividades muito intensas que excedam 90 minutos de treino muscular, não precisa se preocupar em comer durante o treino.

Deixe um comentário